570 cérebros desenterrados

podem explicar doenças mentais

opções

bom dia! você pode ter mil opções de estradas a escolher… mas desistir não é uma delas. seguir aquilo que você acredita, às vezes, significa caminhar sem ninguém estar acreditando em você, por isso, seja resiliente e pegue seu café: é hora de informação e atualização.

o que você vai ler hoje:

  • A vida pulsante da Ginecologia e Obstetrícia

  • Estamos mais doentes ou mais preocupados com a saúde?

  • Como interagir com cães pode interferir positivamente no cérebro

  • rapidinhas

  • Pesquisa mostra que casca de jabuticaba reduz inflamação e glicemia

  • Cérebros de mais de 12 mil anos podem ajudar a explicar doenças mentais

  • flashcard

A vida pulsante da Ginecologia e Obstetrícia 🤰 

Imagina uma profissão em que você pode começar o dia com uma consulta tranquila e terminar com um parto emocionante. 

A rotina do ginecologista-obstetra é assim: uma montanha-russa de experiências. Em clínicas, você terá mais controle sobre seus horários; nos hospitais, esteja pronto para a adrenalina das urgências.

Além disso, nunca falta trabalho para o profissional da GO. Seja em maternidades, UBS ou em ambulatórios, sempre haverá espaço para um profissional desta área. 

Sem contar que o valor dos plantões costuma ser bastante interessante, podendo chegar, em locais mais remotos, a R$4000. 

Ao atuar na atenção primária, o especialista pode ganhar uma faixa de R$150-200 por hora, isto significa que jornadas de 20h semanais rendem algo entre R$12.000 e R$16.000 (bruto) mensais para o GO.

Como é a especialização? 🎢

A especialidade tem 30.415 médicos, sendo uma das maiores do país. São 1.489 vagas de R1 em GO por ano, o que faz da área uma das 5 mais concorridas do Brasil.

O tempo de Residência Médica é de 3 anos e ela é de acesso direto. Devido à demanda, a maior parte dos serviços exige do R1 uma carga horária superior a 60 horas semanais.

No que diz respeito às subs, a GO é uma das mais ricas áreas da medicina. Aqui, o profissional pode se especializar em Mastologia, dedicando a vida para tratar cânceres de mama; ou seguir o caminho da Endocrinologia Ginecológica, atuando com hormonioterapia para mulheres trans, por exemplo.

Outras subáreas em alta envolvem:

  • Climatério e terapia de reposição hormonal - com mulheres de meia idade;

  • Parto humanizado - que tem se tornado cada vez mais comum, sendo ofertado inclusive pelo SUS;

  • Reprodução humana - fertilização em vitro, inseminação intrauterina;

  • Cirurgia robótica - tratamento de miomatose, endometriose, câncer colo uterino.

Vale a pena? 🌸

O mercado de GO é constante e vem só crescendo. A demanda pela especialidade é eterna, o que se transforma e se adapta é mais o tipo de tratamento que as mulheres tendem a buscar.

Vale dizer também que, devido ao alto custo, poucos montam seu próprio consultório logo no início. A maioria dos GOs atendem em clínicas compartilhadas e maternidades, mas também há forte presença em hospitais. 

Sem dúvidas, a GO é uma das áreas mais fascinantes da medicina, que permite oferecer saúde e qualidade de vida à mulher, seja no consultório, seja no centro cirúrgico. 

Estamos mais doentes ou mais preocupados com a saúde? 🤔

atualidades

No turbilhão de crises sanitárias recentes e na enxurrada de informações sobre saúde disponíveis, um fenômeno tem se destacado: a sensação de que estamos mais doentes ou, pelo menos, mais preocupados com a saúde. 

Mas, o que está realmente acontecendo?

Dados como os apresentados pelo relatório Covitel 2023, mostram uma queda na percepção positiva da saúde pelos brasileiros, sugerindo tanto um impacto psicológico da pandemia quanto um possível aumento de doenças.

A internet nos bombardeia diariamente com dados sobre doenças, tratamentos e relatos de pacientes. 

Por um lado, este acesso promove a conscientização e a prevenção; por outro, pode desencadear uma preocupação exagerada e até disfuncional com a saúde.

A constante preocupação com o adoecimento e a excessiva exposição a informações sobre saúde podem ter contribuído para uma sensação de vulnerabilidade, além de um possível aumento real de doenças mentais e transtornos de ansiedade.

Especialistas, como o psiquiatra Bruno Brandão, notam que essa preocupação constante pode ser tão intensa a ponto de desenvolver transtornos psicológicos, como o transtorno de ansiedade de doença e o de sintomas somáticos. 

O medo de adoecer, mesmo na ausência de sintomas físicos, é um sinal claro de que algo está desequilibrado.

Para atenuar essa preocupação excessiva, especialistas sugerem a adoção de hábitos saudáveis e o cuidado com a saúde mental. 

Além disso, é crucial filtrar os dados sobre saúde, relativizando algumas das informações consumidas.

Neste cenário de incertezas e informações, é vital reconhecer que a saúde vai além do físico. A saúde mental merece atenção e cuidado, especialmente em tempos pós crise.  

O Leão tem um aviso: o tempo está passando ⏳

A MS Saúde está aqui não apenas para lembrar do seu IRPF, mas para fazer por você

Todos os profissionais da MS são especializados em contabilidade para médicos e, nessa época de imposto de renda, eles podem ajudar você ainda mais.

São mais de 10 anos no mercado ajudando profissionais como você. Com a MS Saúde você tem a segurança de que seu Imposto de Renda será feito com excelência, para que você não precise quebrar a cabeça ou gastar horas do seu dia.

E ainda melhor: avisando que você é leitor do amo, você garante 50% de desconto e 6 meses de acesso ao aplicativo da MS Saúde.

Como interagir com cães pode afetar positivamente seu cérebro 🐶 

saúde mental

Convenhamos: é quase irresistível encontrar um cachorro e não fazer um carinho. Brincar com cães ou assistir a vídeos adoráveis nas redes sociais pode fortalecer as ondas cerebrais associadas ao descanso e ao relaxamento, conforme um estudo publicado na revista PLOS One.

Os resultados apontaram que brincar e passear com um cachorro aumento a força das oscilações da banda alfa, que indicam estabilidade e relaxamento. Além disso, a atividade dessas ondas tem sido associada à melhoria da memória e à redução do estresse mental. Cuidar, brincar e massagear suavemente o cão estão associados ao fortalecimento da oscilação da banda beta, que está associada a maior atenção e concentração.

A verdade é que mesmo que você não tenha um bichinho de estimação, você pode brincar com o animal de alguém querido, ou visitar um canil… mas certamente você pode se beneficiar da interação com cães para melhorar sua saúde mental.

rapidinhas do amo 🗞️

Pesquisa mostra que casca de jabuticaba reduz inflamação e glicemia🪴 

brasil

Uma pesquisa conduzida por cientistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que o consumo diário de pelo menos 15 gramas da casca da fruta melhorou, ao longo de cinco semanas, os níveis de inflamação e de glicose no sangue de indivíduos com síndrome metabólica e obesidade.

Segundo o coordenador da pesquisa, Mário Roberto Maróstica Junior, “os compostos fenólicos e as fibras presentes na casca da jabuticaba têm o poder de modular o metabolismo da glicose”. Neste trabalho, a equipe avaliou, no entanto, o consumo prolongado e descobriram que esse efeito se dá inclusive no período posterior à refeição, ou seja, na glicemia pós-prandial.

O estudo apontou resultados positivos em relação à diminuição da glicemia pós-prandial e níveis de inflamação no grupo que recebeu o suplemento. No entanto, os autores ressaltam que a casca da jabuticaba não faz milagre, é apenas uma excelente maneira de auxiliar a modulação da glicemia, necessitando vir acompanhada de outras medidas como boa alimentação e exercício físico.

Cérebros de mais de 12 mil anos podem ajudar a explicar doenças mentais 🧠 

mundo

A doutoranda Alexandra Morton-Hayward, da Universidade de Oxford, descobriu que os cérebros, embora não sejam encontrados intactos como os ossos, se preservam surpreendentemente bem nos registros arqueológicos. Ela está trabalhando para compreender como esses cérebros sobrevivem à devastação do tempo.

A preparação de um banco de dados de 570 cérebros desenterrados por arqueólogos permitirá os cientistas estudar o tecido cerebral e determinar se as doenças conhecidas hoje também estavam presentes em civilizações muito diferentes das que vivemos atualmente.

Examinar tecidos de cérebros que não foram expostos ao ambiente e aos estímulos da sociedade moderna pode auxiliar na compreensão de que algumas doenças cerebrais encontradas hoje, podem ser, pelo menos em parte, causadas pela forma como vivemos agora.

amo flashcard 💛

por medway

curtiu a edição de hoje? conta pra gente 💛

Login or Subscribe to participate in polls.

amo medicina 🧬

porque 5 minutos podem ser muito bem aproveitados. conteúdos cheios de saúde sobre marketing 🤳, finanças 💰, carreira 👩🏽‍💼, tecnologia 💻, Brasil 🌎, mundo 🗺️ e muito mais. direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito 💌, sempre às 06h36.

🎯 seja um anunciante. clique aqui

📱 quer ser um criador de conteúdo do amo? nos ajude aqui

🗣️ e sua história médica pra gente. conte aqui

conhece os outros produtos do amo?

📰 edição especial de sábado. uma edição para te manter atualizado com notícias da semana toda sobre os mais diversos assuntos. semanal e gratuita.

✅ med escolha. guia de orientação profissional para especialidades médicas, destinado principalmente a estudantes de medicina dos anos finais ou médicos recém-formados que desejam encontrar a especialidade médica que mais combina com seu perfil profissional e objetivos de carreira.

até segunda

vamos chegar na sua caixa de entrada por volta das 06h36. alguns servidores de e-mail são chatos e atrasam um pouco… outros são terríveis e nos colocam no seu spam e/ ou promoções. sempre que não nos encontrar na caixa de entrada, procure nessas duas abas.

Join the conversation

or to participate.