congelamento de óvulos pelo sus

mulheres com câncer podem usar o serviço gratuito

riqueza

bom dia! desejamos que nesta semana você fique rico: de relacionamentos que te nutrem, de tempo para se dedicar às paixões que te motivam, de saúde e paz interior para trazer serenidade para sua jornada. café na mão? é hora da informação.

o que você vai ler hoje:

  • Não basta ser bom, é preciso parecer bom

  • O fluxo da nefro: da residência à prática

  • Como cultivar boas lembranças?

  • rapidinhas

  • Robô mais preciso para cirurgias de coluna estreia no Brasil

  • Vacina oral pode prevenir infecção urinária recorrente por até 9 anos

  • flashcard

Não basta ser bom, é preciso parecer bom 🌟 

marketing por Priscila Andrade

Eu sei que o título é polêmico e muitos de vocês devem ter “torcido o nariz”. Mas fiquem comigo, porque eu prometo justificar essa afirmação. 

Primeiro, deixa eu começar me apresentando, meu nome é Priscila Andrade, eu sou fundadora da agência Estúdio 24 que é especialista em marketing médico, já com 7 anos de história no segmento.

Durante essa trajetória eu vi o marketing para a área da saúde ganhar forma e força. Lá no início, pouquíssimos profissionais apostavam nas redes sociais como uma oportunidade de fortalecer o seu nome e atrair pacientes. Na verdade, era feio, quase que uma ofensa à medicina. O médico que dava esse passo era julgado pelos colegas, o famoso comentário, “fulano virou blogueiro”. 

O jogo virou 🎯 

Se antes víamos profissionais jovens, que estavam entrando no mercado de trabalho, apostar no Instagram para conquistar um “lugar ao sol”. Hoje, o jogo virou. E vemos uma movimentação intensa de profissionais veteranos, que buscam o posicionamento digital não só para captar pacientes, mas para manter um contato e levar informação para os que já estão com eles. Afinal, em um mundo cheio de informações e possibilidades, o vínculo precisa ser alimentado constantemente. 

As redes sociais são o nosso novo cartão de visita. Quantas vezes já ouvimos - e até mesmo falamos - “Qual o insta dele?”, quando alguém nos indica um profissional ou serviço? 

O início da jornada do seu paciente, vai passar por alguma rede social, até mesmo aqueles vindos de indicação. Ele vai saber de você, procurar mais sobre você dentro do Instagram, se identificar - ou não - com o que vê e lê, e aí sim, irá agendar uma consulta. 

Mas para toda essa movimentação acontecer, você precisa estar lá. Precisa estar pronto quando a oportunidade aparecer. 

Algumas das reclamações que eu já ouvi entre os médicos são: 

“Aquele profissional nem sabe tanto quanto eu, e está com 100 mil seguidores”.

“Ela foi minha aluna e agora está dando mentorias”. 

“Olha quanta experiência eu tenho e não estou ganhando dinheiro assim”.

Cresça e apareça 🌱 

É agora que a verdade do nosso título entra. Não basta ser bom, é preciso parecer bom. Não importa quantos cursos você fez, quantos congressos já foi, quantos anos de experiência têm. Não importa como a sua técnica é diferenciada e maravilhosa, se o seu futuro paciente ainda não sabe disso.

E ele não vai saber se você continuar só dentro do seu consultório. Quem não é visto não é lembrado. É preciso começar. E continuar…

Nossa conversa sobre marketing continua a cada 15 dias na sua newsletter preferida. Até logo!

O fluxo da nefro: da residência à prática 🌊


A nefrologia é uma especialidade médica essencial, concentrada no estudo, diagnóstico e tratamento de doenças do sistema urinário, especialmente as que impactam a função renal. 

O caminho para se tornar um nefrologista começa com uma residência em clínica médica, que dura dois anos. 

Após essa formação fundamental, os médicos se especializam em nefrologia em um programa que também demanda dois anos

Os casos tratados na nefrologia são variados, abrangendo desde insuficiência renal crônica e cálculos renais até infecções urinárias e complicações decorrentes de condições como hipertensão e diabetes

Após a residência, há diversas trajetórias possíveis para um nefrologista. Alguns escolhem se subespecializar em áreas como nefrologia pediátrica, transplantes renais ou diálise

Nesse sentido, os nefros são fundamentais em equipes de transplante renal, participando ativamente desde a avaliação pré-operatória até o acompanhamento pós-transplante.

As urgências nefrológicas são constantes para o especialista, especialmente para aqueles que lidam com pacientes com estágios avançados de insuficiência renal ou que requerem manejo urgente de complicações dialíticas. 

As doenças renais não discriminam idade, afetando desde jovens até idosos, embora sejam mais prevalentes em populações mais velhas.

A curva de aprendizado nesta especialidade é longa, exigindo um entendimento profundo dos sistemas envolvidos e uma atualização contínua sobre os avanços na área para garantir uma prática médica eficaz.

Portanto, antes de cair no fluxo da nefro, considere:

1. Capacidade de lidar com casos crônicos: está preparado para gerenciar condições de longa duração e estabelecer relações duradouras com os pacientes?

2. Interesse por procedimentos técnicos: tem aptidão para realizar procedimentos como biópsias renais e gerenciamento de diálise?

Como é a moradia da USP-SP para residentes? 🏚️ 

por Medway

Muitos alunos que estão prestes a se candidatar a uma das maiores instituições do país têm dúvidas sobre este assunto.

É fato que essa alternativa é um auxílio muito importante para estudantes que não querem abrir mão dos seus sonhos. Mas para ter acesso à moradia da USP-SP algumas etapas devem ser cumpridas além do processo seletivo.

Afinal, o que é preciso para se candidatar à moradia? Quais serviços estão inclusos? Como funciona a rotina do alojamento? 

A Medway escreveu um artigo explicando cada passo para conquistar sua vaga de moradia no período da residência e como funciona o alojamento para quem vai cursar uma especialidade na USP.

Vamos ao que interessa? Clique aqui e leia o artigo completo!

Como cultivar boas lembranças? 🌈 

saúde mental

Você já se perguntou por que é fácil esquecer um momento bom mas quase sempre lembramos de situações desagradáveis? Quem nunca desejou que um momento durasse para sempre? Um novo livro pode nos ajudar a entender como criamos as nossas memórias e o que podemos fazer para torná-las “inesquecíveis”. Charan Ranganath é professor de psicologia e neurociência da Universidade da Califórnia e autor do livro intitulado Why We Remember.

Charan diz que nossas memórias são uma versão da realidade, concebidas através das lentes da interpretação e da imaginação. Ele diz que vê a memória “mais como uma pintura do que como uma fotografia”, e que fomos programados para lembrar o que é importante como: coisas assustadoras, aquilo que estimula nosso desejo, o que nos surpreende, experiências ligadas à nossa sobrevivência.

Para fazer com que os bons momentos sejam sempre lembrados precisamos:

1) prestar atenção enquanto estivermos vivendo;

2) treinar o cérebro para relembrar esses momentos sempre que possível.

Vamos eternizar boas memórias?

rapidinhas do amo 🗞️

Robô mais preciso para cirurgias de coluna estreia no Brasil 🤖 

brasil

Mazor, um sistema robótico que permite o planejamento prévio de cirurgias na coluna vertebral e faz incisões precisas para a colocação de parafusos para dar estabilidade às vértebras, é o novo aliado de cirurgiões no Brasil.

Em uso nos Estados Unidos, Canadá, Chile, Japão, China e países da Europa, a plataforma da Medtronic já atuou em 14 mil cirurgias e, segundo a empresa, tem previsibilidade para colocação de implantes sem a ocorrência de desvios, de 98,7%.

O resultado da precisão é o maior diferencial das cirurgias robóticas: operações minimamente invasivas, risco diminuído de infecção hospitalar, tempo reduzido de internação e menos dor no pós-operatório.

O robô, além de tudo, tem uma característica de visibilidade, ou seja, tudo que ele fizer é possível assistir. Também é possível rastrear a posição do instrumental, reduzindo a agressão tecidual e também a musculatura que deve ser deslocada do osso.

Vacina oral pode prevenir infecção urinária recorrente por até 9 anos 💉 

mundo

Uma vacina oral ajudou a prevenir infecções urinárias recorrentes, segundo uma pesquisa realizada pelo Royal Berkshire Foundation Trust, do Reino Unido. Segundo o estudo, 54% dos participantes que receberam o imunizante permaneceram livres da doença durante nove anos após a vacinação, sem efeitos colaterais.

Os pesquisadores decidiram estudar a eficácia e segurança da vacina MV140, desenvolvida pela farmacêutica espanhola Immunotek, para combater quatro espécies bacterianas inativadas que causam infecções urinárias. A MV140 é administrada com duas pulverizações debaixo da língua todos os dias durante três meses.

A MV140 está disponível sem licença em 26 países, e os pesquisadores esperam publicar os resultados completos do estudo até o final de 2024.

amo flashcard 💛

por medway

em uma escala de 0 a 10, qual é a probabilidade de você recomendar o amo medicina para um amigo ou colega?

seu feedback é muito importante para que possamos sempre melhorar nossos conteúdos.
1  |  2  |  3  |  4  |  5  |  6  |  7  |  8  |  9  |  10

Login or Subscribe to participate in polls.

amo medicina 🧬

porque 5 minutos podem ser muito bem aproveitados. conteúdos cheios de saúde sobre marketing 🤳, finanças 💰, carreira 👩🏽‍💼, tecnologia 💻, Brasil 🌎, mundo 🗺️ e muito mais. direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito 💌, sempre às 06h36.

🎯 seja um anunciante. clique aqui

📱 quer ser um criador de conteúdo do amo? nos ajude aqui

🗣️ e sua história médica pra gente. conte aqui

conhece os outros produtos do amo?

✅ med escolha. guia de orientação profissional para especialidades médicas, destinado principalmente a estudantes de medicina dos anos finais ou médicos recém-formados que desejam encontrar a especialidade médica que mais combina com seu perfil profissional e objetivos de carreira.

até segunda

vamos chegar na sua caixa de entrada por volta das 06h36. alguns servidores de e-mail são chatos e atrasam um pouco… outros são terríveis e nos colocam no seu spam e/ ou promoções. sempre que não nos encontrar na caixa de entrada, procure nessas duas abas.

Join the conversation

or to participate.