meio humano, meio porco

1º caso de transplante de fígado de porco em homem

decisões

bom dia! quando tiver que tomar alguma decisão difícil, lembre-se que a vida não para, ela se reorganiza em movimento. pegue seu café e venha se atualizar.

o que você vai ler hoje:

  • Atestado médico: o acompanhante tem direito?

  • Cuidando dos pequenos com grandes corações

  • Redescobrindo a paz ao ar livre

  • rapidinhas

  • Governo sanciona lei que prioriza cuidado e qualidade de vida em pacientes com Alzheimer

  • Primeiro transplante de fígado de porco em humano é realizado na China

  • flashcard

Atestado médico: o acompanhante tem direito? 🧾 

jurídico por Medical Law

Recentemente, um médico que atendia em posto de saúde de Cambé/PR, se recusou a dar atestado para a mãe de uma criança de 5 anos que estava doente. O tema causou controvérsias e debates na internet sobre a conduta do médico, se teria sido correta ou não.

Mas, você sabe quais são os deveres e responsabilidades do médico quando se deparar com situações como essa?

A relação médico-paciente 🤝 

Os acompanhantes desempenham um papel crucial no suporte aos pacientes, especialmente em situações de saúde delicadas. No entanto, é importante ressaltar que os atestados médicos devem ser emitidos exclusivamente para o paciente examinado.

O médico possui responsabilidade ética e legal de emitir atestados médicos de forma precisa e justa e que transmita a verdade. Por isso, o atestado médico é um documento oficial que certifica a condição de saúde de um paciente e suas necessidades clínicas, podendo possuir reflexos em atividades como trabalho, estudo, etc.

Emitir atestados médicos para acompanhantes viola esse pressuposto ético, pois o atestado deve refletir precisamente a relação médico-paciente. Nos referidos casos, entendemos que o documento deverá se limitar à relatórios administrativos.

Sendo assim, a emissão de um atestado médico, sem que exista o prontuário médico que o antecede, é o bastante para caracterizar a ausência do ato médico, segundo o CFM.

Além de comprometer a integridade do documento, essa prática pode ser interpretada pelos órgãos públicos como falsificação de informações médicas, podendo resultar em ações disciplinares por parte dos Conselhos Regionais de Medicina e de instituições da Administração Pública e ações na Justiça.

O Código de Ética Médica é claro ao vedar ao médico tal prática. Em seu artigo 80, consta expressamente a proibição de expedir documento médico sem ter praticado ato profissional que o justifique, que seja tendencioso ou que não corresponda à verdade.

Diálogo e transparência 🩺 

E como fica a situação do acompanhante de um paciente pediátrico, como no caso em questão?

Já vimos que o médico está eticamente impedido de emitir atestado médico somente pela condição de acompanhante de um paciente. Mas, na prática, sabemos que a situação é delicada e requer, antes de tudo, um diálogo empático e transparente com os responsáveis e familiares.

A alternativa para os casos em que um familiar necessite comprovar o período de tempo usado no acompanhamento de um paciente poderá ser feito mediante emissão de um relatório administrativo fornecido pela instituição responsável sob os cuidados médicos do paciente.

Alternativamente, com os devidos cuidados em relação ao sigilo médico, o relatório médico do paciente pode comprovar tal situação.

Cuidando dos pequenos com grandes corações 👶

A residência em pediatria dura três anos e é intensamente focada no cuidado integral da criança e do adolescente. 

As queixas mais frequentes na área incluem infecções respiratórias, gastroenterites, febre, alergias e problemas de crescimento e desenvolvimento. 

Embora existam padrões sazonais, como aumento de infecções respiratórias no inverno, a variedade de queixas pode ser bastante ampla, refletindo a diversidade de condições que afetam crianças em diferentes idades.

Depois da residência, os pediatras têm diversas opções de carreira. Eles podem trabalhar em clínicas privadas, hospitais, centros de saúde comunitários ou em programas de saúde pública. 

Subespecializações, como neonatologia, cardiologia pediátrica, neurologia pediátrica e oncologia pediátrica, são comuns e permitem que os pediatras se aprofundem em áreas específicas de interesse.

Na pediatria, as situações de urgência são relativamente frequentes, especialmente em serviços de emergência e unidades de terapia intensiva neonatal e pediátrica. 

Condições como bronquiolite, desidratação severa, convulsões febris e traumas são exemplos de emergências que pediatras frequentemente enfrentam.

O que analisar se a pediatria for uma das suas opções:

Apreço por trabalhar com crianças: Se você gosta de acompanhar o crescimento e desenvolvimento infantil, a pediatria pode ser a especialidade certa.

Resiliência e paciência: Trabalhar com crianças e suas famílias pode ser desafiador e emocionalmente exigente, exigindo paciência e empatia.

Diversidade de condições: a prática pediátrica é dinâmica e interessante, mas intensa e exigente.

Redescobrindo a paz ao ar livre 🌳

saúde mental

O contato com a natureza pode ser um poderoso antídoto para o estresse e a ansiedade. 

Estudos mostram que passar tempo ao ar livre não apenas reduz os níveis de estresse, mas também melhora o humor e a saúde mental de forma geral. 

Caminhar em um parque, praticar jardinagem ou simplesmente sentar-se sob as árvores pode diminuir significativamente a ansiedade e promover uma sensação de paz e bem-estar.

Este é um lembrete gentil de que às vezes, a cura pode ser encontrada fora das quatro paredes, na simplicidade e tranquilidade da natureza.

O que é, o que é? 🤔 

Sou usada para beber, com alça para segurar, posso ter frases ou desenhos, o que sou? Consegue adivinhar?

Confira a resposta para essa charada ao chegar no final da edição de hoje!

rapidinhas do amo 🗞️

Projeto de lei prioriza cuidado e qualidade de vida em pacientes com Alzheimer 🧓 

brasil

O Projeto de Lei nº 4.364, de 2020, foi sancionado pelo presidente Lula no dia 4 de junho, e institui a Polícia Nacional de Cuidado Integral às Pessoas com Doenças de Alzheimer e outras Demências.

A nova lei estabelece diretrizes como a capacitação dos profissionais de saúde públicos e privados para a prevenção, identificação de seus sinais e sintomas em fases iniciais, e assistência e integração dos serviços de saúde existentes.

O projeto também promoverá a adoção de uma abordagem mais integral e humanizada para lidar com as questões de cuidado e saúde pública. Além disso, haverá diretrizes claras para o diagnóstico precoce, tratamento adequado e suporte integral aos pacientes e cuidadores.

Primeiro transplante de fígado de porco em humano é realizado na China 🐽 

mundo

Um homem de 71 anos se tornou a primeira pessoa viva a receber um transplante de fígado de porco geneticamente modificado. O procedimento foi realizado na China e, segundo o cirurgião líder do transplante, o paciente está “muito bem”.

De acordo com o cirurgião, o lobo esquerdo do fígado por si só seria incapaz de mantê-lo vivo, e a situação era perigosa. Para evitar que o órgão suíno fosse rejeitado pelo corpo do receptor, o porco foi sujeito a dez modificações genéticas no órgão. No 10º dia após o transplante, os médicos não viram sinais de crescimento do fígado para fornecer a função hepática completa, mas estão otimistas.

Este é o quinto xenotransplante realizado no mundo com um órgão de porco. A expectativa dos médicos e pesquisadores da área é que o procedimento possa fornecer órgãos a milhares de pesoas que esperam por um doador.

Quanto você tem colocado os seus pacientes no centro das decisões?

Muito além dos sintomas, a prática médica centrada no paciente reconhece as necessidades, valores, preferências, cultura e, sobretudo, valoriza a história de cada paciente.

Por óbvio, não é o paciente quem toma as decisões complexas de cada tratamento, mas ouvi-lo atentamente pode aumentar a precisão do diagnóstico e levar a melhores resultados clínicos.

Além disso, essa estratégia valoriza o princípio ético do respeito à autonomia do paciente e promove uma relação de confiança e respeito mútuo entre o médico e o paciente, essencial para um cuidado contínuo e de alta qualidade.

Mas como exercer a prática centrada no paciente?

Em um artigo completo, o Blackbook compartilha quando e como envolver o paciente e quais os principais pontos a serem considerados. Clique aqui para ler agora!

amo flashcard 💛

por medway

Resposta: caneca 🍵 

Com apenas 60 indicações você garante uma caneca exclusiva do amo medicina para te acompanhar na leitura da newsletter mais amada do médicos! Saiba como indicar aqui 👇️ 

amo indicar 🩺 

o programa de indicação de médicos e estudantes de medicina

Indique e ganhe, aqui no amo medicina é assim! Ao indicar novos médicos e estudantes de medicina para serem assinantes da nossa newsletter, você vai acumulando pontos que podem ser trocados por prêmios incríveis e que tem tudo a ver com a rotina da medicina.

qual sua opinião sobre nossa newsletter?

seu feedback é muito importante para nós.

Login or Subscribe to participate in polls.

amo medicina 🧬

porque 5 minutos podem ser muito bem aproveitados. conteúdos cheios de saúde sobre marketing 🤳, finanças 💰, carreira 👩🏽‍💼, tecnologia 💻, Brasil 🌎, mundo 🗺️ e muito mais. direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito 💌, sempre às 06h36.

🎯 seja um anunciante. clique aqui

📱 quer ser um criador de conteúdo do amo? nos ajude aqui

🗣️ e sua história médica pra gente. conte aqui

conhece os outros produtos do amo?

✅ med escolha. guia de orientação profissional para especialidades médicas, destinado principalmente a estudantes de medicina dos anos finais ou médicos recém-formados que desejam encontrar a especialidade médica que mais combina com seu perfil profissional e objetivos de carreira.

até quinta

vamos chegar na sua caixa de entrada por volta das 06h36. alguns servidores de e-mail são chatos e atrasam um pouco… outros são terríveis e nos colocam no seu spam e/ ou promoções. sempre que não nos encontrar na caixa de entrada, procure nessas duas abas.

Join the conversation

or to participate.